MARINHEIROS(AS)

A linha dos marinheiros são espíritos que em suas últimas encarnações viveram no mar, pelo mar e para mar.

Por “marinheiros de Umbanda” entendam marinheiros, navegadores, oficiais, pescadores, povos ribeirinhos ligados à pesca, ex-piratas, saqueadores, etc., todos ligados às linhas d’água.

Os marinheiros de Umbanda formam uma linha de “povos de água”. Os espíritos que ampararam a vida com os recursos do mar (das águas), Iemanjá recompensa com o direito de continuarem a navegar com “bom tempo” em seus mares.

Já aos que se serviram dos mares para alimentarem seus instintos, aí a solução só é encontrada mais “embaixo”, nos domínios de Omulú, Orixá regente dos mistérios da morte.

Os marinheiros de Umbanda Sagrada estão submetidos a esses dois pólos regentes da linha da geração, regida por Iemanjá e por Omulú, pela água e pela terra.

Ser marinheiro de Umbanda é auxiliar pessoas e espíritos necessitados com os recursos dos mistérios das águas.

Ao se manifestarem, incorporados em seus médiuns, esses espíritos se movimentam e “dançam” como se estivessem se equilibrando sobre o tombadilho de um navio ou barco em alto mar.

Na verdade, por estar manifestando-se sob a irradiação de Iemanjá, o magnetismo dela faz com que tenham esses movimentos das ondas do mar.

Quanto à necessidade de beberem rum ou alguma outra bebida com alto teor alcoólico enquanto estão incorporados, é porque, caso, contrário, seus magnetismos absorvem muito do “álcool” do corpo do médium.

Quando incorporam, parece-lhes que é o solo que está se movendo.

Saudação: Salve a marujada - Salve o povo do mar.

 

 

Contato

Núcleo Religioso Sagrado Coração do Amor Divino Rua: Marechal Floreano Peixoto, nº 386, Vila Marcondes
Presidente Prudente/SP
19030-020
+55.018.997027255 - 018 991681000 - 018 39039028 wagnercnogueira@hotmail.com