Pontos Cantados - Oxum

 

Estava sentado, no alto da pedreira

Cantando e jogando flores para a mamãe da cachoeira

Ela apareceu, Aieieo em minha frente parou

Com sua água consagrada, minha coroa abençou

Ora Aieie, aieieo

Ora Aieie, aieieo

Ora Aieie, mamãe Oxum, divina flor de Olorum

-------------------------------------

Estava sentado lá no alto da pedreira, olhando as cachoeiras, as matas e o mar

Iemanjá estava arrumando seu vestido, Xangô lhe deu um grito, Oxum vai levantar

Aieieo, Oxum vai levantar

Aieieo, Oxum vai levantar

Nas matas virgens, Oxossi assoviou

Aieieo, Oxum já levantou

Aieieo, Oxum já levantou

-------------------------------------

Nuvem de poeira d'água

Que sai da cascata da Deusa Oxum

Ora Aieiê, ô!

Nuvem de poeira d'água

Que sai da cascata da Deusa Oxum

Beleza pura, linda e cristalina

Essa Deusa menina com perfume da flor

Encanto doce da natureza

Me inspira beleza, vaidade e amor

Nuvem de poeira d'água

Que sai da cascata da Deusa Oxum

Ora Aieiê, ô!

Nuvem de poeira d'água

Que sai da cascata da Deusa Oxum

Quando se banha na beira do rio

O sol irradia energia e calor

Dona do ouro, Deusa poderosa

Pedra preciosa cheia de esplendor

Nuvem de poeira d'água

Que sai da cascata da Deusa Oxum

Ora Aieiê, ô!

Nuvem de poeira d'água

Que sai da cascata da Deusa Oxum

-------------------------------------

Foi na beira do rio, aonde Oxum chorou  2x

Chora aieiê ô, chora os filhos seus  2x

-------------------------------------

Mamãe Oxum na cachoeira, olha teus filhos pra não sofrer  2x

Mas como é linda a cachoeira de Oxum, está guardada por soldados de Ogum  2x

-------------------------------------

A minha mãe Oxum, Ora Aieiê o, rainha da cachoeira

A deusa da beleza é minha mãe Oxum, orixá da natureza  2x

Ai vem mãe Oxum passeando, passeando no clarão da lua  2x

Ai como é linda, ai como é linda, mamãe Oxum passeando no clarão da lua  2x

Nas cachoeiras de mamãe Oxum correm águas cristalinas dos pés de Pai Olorum 2x

Pai Olorum criou a natureza, criou as cachoeiras e Oxum abençoou

Eu vou pedir proteção pra Oxalá, pra banhar nas cachoeiras junto com os Orixás  2x

-------------------------------------

Oxum é tão lindo seu canto, que ouvindo não consigo sofrer

Embalando de noite e de dia

As ondas do mar, que me viram crescer  2x

E do alto de tão lindas cachoeiras e lança seu olhar para mim

Se o caminho tem muito espinhos

Oxum me acompanha sempre até o fim  2x

E o difícil hoje fica mais fácil, pois me cobre esse seu manto azul

Eu enfrento a dor e o cansaço

Com Oxum ao meu lado venço de norte a sul  2x

Sua luz brilha forte e clareia, Oxum é o sol sempre no meu caminho

Mãe do ouro e de tantas riquezas

Tesouro de paz, de amor e carinho  2x

-------------------------------------

Linda ela é, tem seus encantos e muito axé

É mamãe Oxum, para seus filhos que são de fé

Deusa da beleza, com a natureza tem a missão

Ela é rainha, Senhora da Conceição, da Conceição

Invoco a grande deusa, dei-me sua proteção

Aieie o Oxum, é dona do ouro, no alto da cachoeira é onde guarda o seu tesouro 2x

-------------------------------------

Ora aieiê-ô oh minha mãe, Ora aieiê-ô vem me valer, na queda da cachoeira eu fazia a minha prece, mãe Oxum me proteger  2x

E com seu manto sagrado, me cubra e me ampare, oh minha mãe

Tire as dores da minha vida, me dê a paz e a caridade

E com sua beleza, me dê a proteção, mamãe Oxum me estenda a vossa mão  2x

E eu bato a minha cabeça pra louvar a mãe senhora

Que com o seu abebê e tão faceira e tão formosa

A sua dança encanta por onde ela passa

Oh mãe sagrada de Umbanda, olhe o meu caminhar

E Ora aieiê-ô, hoje aqui eu venho lhe agradecer

Mãe Oxum me deu a mão, me deu sua proteção, hoje eu tenho um sentido em meu viver

E quando eu errar eu pedirei o seu perdão, Mãe Oxum na Umbanda, Senhora da Conceição  2x

-------------------------------------

Deusa das cachoeiras e cascatas

Companheira de Oxóssi, o dono das matas

E também a rainha de meu Pai Xangô

Eterna...

Com o seu abebê

Quando dança é faceira

És a dona do ouro, ó Mãe verdadeira

Sob o luar de prata

De joelhos eu vou implorar

Seu manto é o meu acalanto na hora da dor

E na minha tristeza meu pranto enxugou

Ora Aieiê, Mãe Oxum!

Rainha do ijexá!

Seu manto irradia alegria

Traz a paz, traz harmonia

Em suas águas eu a vejo se banhar

Ó, Oxum! Como é lindo vê-la a bailar

Vou pedir na cachoeira, Ora aieiê

Nunca me deixe sozinho

Eu sou filho seu

Na sua mina tem ouro

Seu tesouro tem poder

Toda vez que eu precisar

Mamãe Oxum vai me valer

Vou pedir na cachoeira...

-------------------------------------

O rio é de Oxum, aieiê-ô

O lago é de Oxum, aieiê-ô

Águas de Oxum, aieiê-ô, aieiê-ô Oxum aieiê 2x

Água da cachoeira, aieiê-ô

Força da cachoeira, aieiê-ô

Água cristalina aieiê-ô, aieiê-ô Oxum, aieiê

Águas de Oxum, aieiê-ô, aieiê-ô Oxum aieiê

O rio passa na Mata, aieiê-ô

Na pedra uma cascata, aieiê-ô

Oxossi e Xangô, aieiê-ô, aieiê-ô, Oxum aieiê

Águas de Oxum, aieiê-ô, aieiê-ô Oxum aieiê

O vento na campina, aieiê-ô

O rio corta a campina, aieiê-ô

Iansã e Ogum aieiê-ô, aieiê-ô Oxum, aieiê

Águas de Oxum, aieiê-ô, aieiê-ô Oxum aieiê

O rio encontra o mar, aieiê-ô

Nos braços de Iemanjá, aieiê-ô

Mãe de Oxalá, aieiê-ô, aieiê-ô Oxum, aieiê

Águas de Oxum, aieiê-ô, aieiê-ô Oxum aieiê

-------------------------------------

Ora Aieiêo mãe Oxum

Ora Aieiêo eu vou louvar

A esse Orixá Tão belo, a quem rogo e espero

Minha mãe Oxum apará

Na beira da cachoeira, uma prece fui fazer

Fui pedir a aquela santa que fascina e encanta que viesse me valer

Levei palmas e lírios brancos, para poder agradar

A essa Deusa que acolhe a seus filhos e não escolhe a quem deve ajudar

Aieieo

Ora Aieiêo mãe Oxum Ora Aieiêo

Ora Aieiêo vou louvar Ora Aieiêo vou louvar

A esse Orixá Tão belo, a quem rogo e espero

Minha mãe Oxum apará

Hoje sei que fui escolhida, para sua filha ser

Desde o dia em que eu nasci e uma luz se fez surgir com sua imagem apareceu

Hoje entrego minha vida, sem ter medo em suas mãos

Pois me sinto tão segura, consciente, mais madura pela minha devoção

Aieieo

Ora Aieiêo mãe Oxum Ora Aieiêo

Ora Aieiêo vou louvar Ora Aieiêo vou louvar

A esse Orixá Tão belo, a quem rogo e espero

Minha mãe Oxum apará

Nesta hora tão sagrada, de entrega e de fé

Eu te sinto tão presente me aparando eternamente com a força do seu axé

Na beira da cachoeira, com as águas a rolar, ouço seu canto profundo

Levando pra todo mundo a mensagem de obará

Aieieo

Ora Aieiêo mãe Oxum Ora Aieiêo

Ora Aieiêo eu vou louvar Ora Aieiêo eu vou louvar

A esse Orixá Tão belo, a quem rogo e espero

Minha mãe Oxum apará

 

Contato

Núcleo Religioso Sagrado Coração do Amor Divino Rua: Marechal Floreano Peixoto, nº 386, Vila Marcondes
Presidente Prudente/SP
19030-020
+55.018.997027255 - 018 991681000 - 018 39039028 wagnercnogueira@hotmail.com